terça-feira, 26 de outubro de 2010

O Buzão de Murphy

Eu fui ao cinema hoje assistir Tropa de Elite 2 (talvez algum dia eu faça um comentário aqui, pq não é sobre ele que quero falar agora, apesar de ter gostado) no cinema mais perto da minha casa onde posso ir de Baú. Na hora de voltar (antes da 9:30 da noite), eu e o Marcos passamos pela maravilhosa experiência de se pegar ônibus de noite em Brasília. O primeiro que passou era o nosso. Ficamos acenando loucamente porque a W3 Norte é um putero depois das 10hs e não queríamos conviver com as tias porque elas não andam com boas companhias. Ele passou tão rápido na faixa oposta a da parada que furou o sinal como um raio. Depois passaram mais dois no mesmo esquema. O Marcos não queria arriscar, então se jogou na frente do ônibus para que ele parasse. Não sei se ele parou por causa do Marcos ou porque a câmera do meu celular tem um puta flash. Sei que fiquei com medo de ficar viúva antes dos 30. Quando cheguei em casa me lembrei que tinha um texto de 2007 sobre isso que estava terminado (a maioria dos meus textos estão incompletos). Então resolvi compartilhar com vcs:

***

Andar de ônibus em Brasília é uma aventura. A cidade planejada de ruas largas não foi planejada para pessoas, ônibus, chuva, e sim para prédios, carros, monumentos e só. Quem se aventura a andar de ônibus por aqui lida com dois problemas: a competência do governo local e Murphy ( não o Dr. Doolittle, o da lei de Murphy). A menos que você pegue ônibus na W3 para ir para W3, acredite, vai ter problemas. Primeiro que você vai andar uns 10 minutos até chegar na parada. Mas isso não é ruim, uma forma de fazer um exercício, já que academia não é coisa pra quem anda de ônibus, não por aqui, pelo menos. O problema é que invariavelmente, a menos que você esteja na W3 e vá para W3, provavelmente vai levar no mínimo uns 15 minutos esperando pelo seu ônibus. Quando ele chegar, a chance dele estar vazio é mínima (lembre da lei). Mas não sejamos pessimistas, ele quase sempre vai estar cheio, mas se não for horário de rush ele não vai estar lotado. O problema é que ele vai parar em todas as paradas até chegar ao seu destino (o seu não o dele) porque ele vai passar pela W3 (TODOS OS MALDITOS ÔNIBUS DE BRASÍLIA PASSAM PELA W3 - menos quando vc quer ir para lá), mais um monte de gente não vai estar indo pra W3 e ele pode parar ainda mais se estiver na W3, mas indo para outro lugar que não ela.

Nisso você leva no mínimo meia hora pra chegar aonde quer. Somando os 10 minutos do trajeto até a parada, os 15 até pegar o baú, os 30 da viajem e ainda adicionando uns 15 (e isso sendo otimista) do trajeto da parada final até onde você quer ir e contando nesses 15 algum pequeno atraso dos números anteriores são já 1 hora e 10 minutos. Isso quer dizer que se você demora uma hora pra acordar, tomar banho e tomar o café da manhã você tem que acordar duas horas antes do horário de entrada no trabalho ou na escola. Se você, como a maioria das pessoas normais, que não é funcionário público, entra às 8hs no trampo terá que acordar às 6hs. Seis horas da manhã é desumano!

Mas as coisas não são sempre assim. Quem disse que os ônibus passam de 10 em 10 minutos? O Guará passa de 15 em 15 considerando condições ideais, sem chuva, sem ônibus quebrado, engarrafamento ou acidente. O Cruzeiro é de 20 em 20 na teoria porque na prática é de meia em meia hora, mas ninguém divulga porque teoricamente o Cruzeiro não é periferia, então teria que ser tão bem servido quanto o Guará em matéria de ônibus, mas não é. Não vou nem comentar se você mora na Octogonal ou no Sudoeste, se você está nessa situação aumente 10 minutos em cada intervalo de tempo que ainda estará dentro da margem otimista da situação. Depois de analisar rapidamente tudo isso, entra Murphy, que ao contrário do governo sempre segue a sua própria lei. Mas não se preocupe, se você mora nesses dois últimos lugares não precisará do ônibus pois terá um carro e não discuta com o governo. VOCÊ NÃO PRECISA DE ÔNIBUS!

Sempre que você quiser ir pra W3 Norte só vai passar ônibus ou para Rodoviária ou para W3 Sul. Num outro dia quando você for para um desses dois outros lugares você vai chegar na parada feliz pensando que vai ter sorte e que assim que chegar o seu ônibus vai passar – esqueça! Só vai passar W3 Norte. E as autoridades, ingenuamente se perguntam porque o grande volume de veículos nas ruas com somente uma pessoa. Ou porque houve um aumento escandaloso na venda de motos. Dá vontade de dar 10 reais para elas e manda-las irem e voltarem do trabalho, chegando na hora, antes de fazer uma pergunta idiota como essa.

7 comentários:

Glória Maria Vieira disse...

É complicado, viu Drixz? Puta que pariu! Preciso comentar que a situação aqui não segue à risca a lei de Murphy, mas que o ônibus que eu pego pra ir à faculdade é um caso sério a exemplo de péssima distribuição de transportes e o serviço como um todo, né?!
O meu passa de ano em ano mesmo tendo um número de passageiros maior para essa linha, Eustáquio- Ponta Verde, de para outras como José Tenório e Sanatório. Esses passam um atrás do outro SEMPRE com gatos pingados de gente dentro. Pelaamordedeus, né?!

Glória Maria Vieira disse...

E sim:
Enqnt ao e-mail, acabei esquecendo de ver sua resposta quando comentei que precisava de ajuda pra entender aquele troço todo. Mas não chegou nada não, Drixz. :/ Eu vou deixar um comentário pra você mandar a explicação, se possível, pra outro e-mail meu que não seja o do grupo. Porque tá complicado, viu?! Depois, por favor, apague o coments com o e-mail. Beijo e obrigada!

Glória Maria Vieira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Glória Maria Vieira disse...

Drixz!
Assim que acabei de fazer meus coments à cima, fui fechar a janelinha do café, né?! Sem querer meus olhos passaram rapidamente pelo seu blogroll e olha só onde meu blog está.

QUE BACANA! UAHSUAHHSAHUUUSAHUSH Sério! Surpresa maravilhosa! Porque eu não esperava que você um dia viesse a adicionar o meu blog, com toda sinceridade, já que ainda não tenho toda a carga acadêmica que você possui. Então pensava até agorinha que "meus postes" não seriam tão interessantse assim pra você já que não sou tão madura, já que suas leituras são outras. Porque pelos seus postes bem articulados, fundamentos, você mostra o quanto é inteligentíssima. Mas enfim, obrigada por me proporciona essa surpresa bacaníssima, viu?! hihi

Drixz disse...

Glória, fico lisonjeada com o elogio, até porque não tenho tanta carga acadêmica assim, só sou "boa de papo". De verdade, era pra seu blog estar aí há muito mais tempo. Eu é que sou um pouco relapsa com meu café, por isso q ele esfria de vez em quando. Leio um monte de blogs que muitas vezes esqueço de colocar nos meus favoritos. E como tem épocas que mal escrevo, acabo tbm esquecendo de "arrumar a casa". Eu gosto dos seus post e do jeito que vc enxerga as coisas. Adoro conhecer pessoas diferentes de mim, com outra experiência de vida, de outras cidades... O Nordeste é outro país, cada estado, mais um país. Um país facinante que eu tive o prazer de conhecer e se puder, conhecerei ainda mais. Um dia, quem sabe eu entenda todas as expressões que vc usa?
Enfim, se vc tá aí, é pq eu realmente te leio :)

Bjs!

Drixz disse...

PS: apaguei o post com seu e-mail só pra não ficar dando bobeira por aí.

Glória Maria Vieira disse...

Assim que minha internet colaborar, Drixz, eu vejo o e-mail que você me enviou, tá?! Como disse, obrigada mesmo.
E tudo bem! Se tivesse sido colocado meu blog antes, teria sido uma surpresa de qualquer jeito. Agradeço pelos elogios e quando vier da próxima vez, quem sabe a Maceió, me avise pra nos conhecermos, viu?! E sobre as minhas expressões: kkkkkkkkkk Com o tempo você vai sacando e eu aprendendo alguma coisa sobre política. (Tenho me interessado bastante ultimamente)