segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Pensar no outro

Para mim é muito importante. Uma das poucas coisas que gosto na biblía fala que você deve tratar o próximo como a vc mesmo, ou seja, bem. Estou cercada de manifestações individualistas (ou egoístas). Primeiro é a temporada de reformas do meu prédio. Quando um apartamento fica pronto o outro começa a sua reforma. Nem para ser ao mesmo tempo e a gente ficar livre.

Minha opção de trabalhar em casa já era. Mas fiquei feliz em lembrar que apesar de não ter livros, a biblioteca nacional de Brasília tem uma ótima estrutura para quem vai estudar lá. Wi-fi, cadeiras confortáveis, banheiros limpos, água... Bom, como não tenho grana para almoçar pela região, costumava ir depois do almoço. Chegava lá por volta de umas 3 da tarde, já que ninguém aguenta ficar andando pelo sol na floresta de concreto em plena seca. Até aí tudo bem, virou rotina ir para biblioteca, estava começando a render quando...

Vi uma estrutura de palcos sendo montada entre o museu e a biblioteca e eis que de repente começam a testar o som por volta de umas 16hs. Era a Cena Contemporânea, que vai até o dia 5 de setembro. Todo mundo havia reclamado dos projetos do museu e da biblioteca, mas eu não podia imaginar que iam colocar uma biblioteca sem isolamento acústico no meio do que chamam "conjunto cultural da república", onde praticamente todo o mês tem um evento. A biblioteca da UnB está fechada, a do senado é uma frescura só, a demonstrativa é lotada de concurseiro. Resumo, me lasquei. Vou ter que ir de manhã (mas a biblioteca só abre às 9hs) e ficar o máximo que aguentar antes do almoço e quem sabe chego em casa depois do horário de pico das marretadas?

Céus! Esse mestrado está quase uma odisséia. Alguém tem um lugarzinho calmo pra eu ir estudar?

2 comentários:

Mari disse...

vem pra biblioteca do STJ, amiga! =) tem um restaurante relativamente barato tb... 16 reais o kg!

Drixz disse...

Hum... Mas ela é aberta ao público?