segunda-feira, 14 de setembro de 2009

10 dicas sobre sexo

É sempre isso na capa de uma revista "feminina". Claro que ainda existe uma matéria sobre como perder tantos quilos em uma semana e dicas de moda. Mas a questão é quem está dando dicas aos homens? Eu escuto reclamações e questionamentos de homens casados ou que tem namoros longos dizendo "o sexo não é mais o mesmo"... Claro que muitos desses comentários eu escuto indiretamente por fontes inimagináveis. Acho que eu tenho cara de alguém que gosta de ouvir lamentações alheias... Bom, mas voltando ao assunto, as mulheres leem tantas dicas de sexo que poderiam dar aulas teóricas. Claro que na prática existem muitos outros problemas como pudores e tabus que temos que enfrentar praticamente sozinhas. Com relação à prática sexual eu tenho várias indagações.

É muito fácil estimular um homem, mas será que os homens sabem estimular uma mulher? Na teoria todos são bons de cama, fodões e etc, mas será que na hora H o cara não fica se achando o dono do harém e não faz nada do que diz ter aprendido? Eu ouvi de uma amiga bem mais velho que o seu ex-marido, que dava uma de fodão comedor e bom de cama não sabia sequer onde era o clitóris dela. Eu perguntei então "vc não explicou?" Ela disse que era impossível que ele era soberbo e orgulhoso demais para ouvir. Depois, quando ela não quis mais ele se separou queixando-se cheio de razão que ia procurar alguém que gostasse de sexo. Ela achou graça, ele ia procurar alguém que gostasse de sexo, mas ele não ia achar, afinal, não sabia fazer. Uma outra amiga minha mais velha casou virgem com o marido e foi descobrir depois de anos, assistindo filmes e lendo essas tais revistar que o casamento dela era uma merda. O marido gozava, virava para o lado e dormia. O pior é que ela ainda teve 4 filhos com ele.

Não pense que isso é exclusicidade da outra geração. Eu já tive amigas que os namorados não sabiam fazer nada para estimulá-las. O problema mais comum é a manutenção da vida sexual. Os homens levam o sexo mais para a monotonia da rotina que as mulheres. A maioria tem preguiça de passar a mão nas mulheres, acariciar e etc. No início do relacionamento tudo é novo e excitante, mas com o tempo o cara acha que descobriu o mapa ou o procedimento certo e o repete sempre. A pior coisa para uma mulher é pensar "Hoje ele vai querer. Vai começar assim, vai passar a mão em tal lugar, vai fazer isso, isso e aquilo e eu vou ter que gozar e depois lá vai ele". E nem a posição o cara muda. Tenho amigos que se queixam das namoradas e as vezes vem perguntar pra mim o que as mulheres deles tem. Claro que existem outras coisas que podem interferir na vida sexual de um casal, e eu procuro perguntar se a fulaninha não está com algum problema familiar, profissional, afinal é muito raro uma mulher fazer sexo para relaxar, ela tem que estar relaxada para fazer sexo e se o cara quiser tem que conseguir deixá-la relaxada, à vontade. Bom, mas pelo que eu escuto penso logo "vc é que deve ser o problema"... As vezes pergunto "Vc faz isso? Faz aquilo? Pega ela de surpresa? Sai da rotina?" Eles vão concordando até essa última parte depois desconversam e não respondem as duas últimas aí começam com a seguinte frase (pq no fundo só querem se eximir da culpa) "Não é nada disso, o problema é ela. Depois que a gente casou ou teve filho, ou mudou, ou se formou ela perdeu o interesse, não é mais como era antes". Eu realmente começo a concordar, mas não esponho mais meus argumentos. O cara não quer ouvir críticas. Se duvidar a mulher dele tentou falar, mas ele não ouviu, não entendeu.

Não dá pra falar a verdade nesses assuntos para um homem "Olha, vc é ruim de cama" ou "Vc se acomodou, piorou o desempenho". Tem que ir de mansinho, mas o cara pode não entender ou não querer ouvir. Se a mulher gostar do cara, vai começar a fingir, caso não queira se separar dele, mas pensa na insatisfação dessa criatura. Eu me indago então porque as revistas femininas insistem em ensinar as mulheres a estimular os homens, fazer esse ou esse truque com ele, no que vai adiantar? Ela tbm tem que ser estimulada. E pensa que vc fazer no cara é uma dica para ele fazer o mesmo em vc que nada. A coisa que eu mais ouço minhas amigas reclamarem é que os homens não sabem fazer um bom sexo oral. E sabe o que eu recebo outro dia de um amigo? Uma postagem de um blog baseada num artigo científico falando sobre os benefícios para a fertilidade da mulher em engolir o sémen do parceiro. E daí? Desde quando satisfação sexual tem relação com fertilidade? Isso é pra quem quer ter filho e tirando os ditos religiosos a última coisa que as pessoas pensam ao fazerem sexo é na reprodução. Ela, na maioria das vezes, é um problema na hora do sexo. Tenho certeza que se o cara for gentil com a mulher nem precisa usar argumentos científicos para que ela realize uma fantasia dele, basta aplicar a lei da reciprocidade. Eu continuo me perguntando quem é que tá precisando de dica de sexo.

4 comentários:

Loreley disse...

Em uma sociedade que supervaloriza o discurso sexual, a categoria sexo opera como norma para enquandrar corpos e vontades.
Das propagandas de creme para o corpo à pasta de dente existem pressupostos que colocam o sexo como eixo da nossa vida. E quem não se submete a esse regime de verdade?! Além de estranho, possivelmente aos olhos dos mais "experientes", são doentes, anormais...
Claro que ainda nessa sociedade de heterossexualidade compulsória as vontades masculinas devem ser sempre saciadas por um corpo assujeitado, apropriável.
As crianças ainda hoje aprendem nas patéticas aulas de ciências "o corpo humano universal" que é: MASCULINO...
Só com a desconstrução dessas práticas escolares, médicas que um dia por exemplo a masturbação feminina deixará de ser encarada como tabu. Assim mulheres conhecendo seus corpos podem se desdobrar em arranjos libertários de prazer, conquista....

Drixz disse...

É, mas eu acho que será um longo caminho a ser percorrido.

luci disse...

ah, pois bem. meu primeiro namorado era uma anta. deus me livre! eu era morta de virgem (eu tinha 17, ele tinha 30), mas era bastante curiosa, afinal, eu ja tinha 17 anos e todas as minhas amigas ja eram bastante experientes. o cara até foi legal em esperar a hora em que eu quisesse dar (claro que essa eh a obrigação dele, mas tem cara que não pensa assim), mas era muito egoista, eu lembro que as caricias eram todas de mim pra ele, ele era muito grosso.

lembro de uma cena que vai ficar na minha cabeça por muito tempo: eu chorando (nao lembro porque) e ele metendo a lingua no meu ouvido. eu dei um pulo, fiquei puta, o cara era completamente insensivel. basta dizer que esse foi o ultimo dia em que o vi. hoje ele tah perto dos 40 e ainda tah solteiro. e, claro, eu não perdi a virgindade com ele.

Anônimo disse...

TIQUINININHA DISSE:eu e meu namorado somos loucos por sexo não podemos ver um ao outro que ja pegamos fogo adoramos gozar