quinta-feira, 15 de julho de 2010

Enxaqueca

Uma vez eu vi na tv uma exposição em NY só com obras de artista que sofriam de enxaqueca feitas durante as crises. Eram quadros realmente perturbados. Traços tortuosos, cores escuras. Dava pra ter a noção da dor que sentia o pintor. Bom, tem idéia quem sofre de enxaqueca, como eu.

Pensei em fazer a mesma coisa com o blog, escrever durante uma crise. Estou tendo muitas essa semana. Mas não dá. Posso escrever quando a dor é uma simples dor de cabeça, mas quando vira enxaqueca é impossível fazer qualquer coisa. A luz incomoda, o barulho, movimentos bruscos reverberam no crânio... É um martírio. Sabe o que é pior ainda? A cara dos outros quando vc diz que não tem condições de trabalhar por conta das dores. Tem muita gente que não acredita na intensidade da dor e acha que é frescura. Ah, não gosto de desejar o mal a ninguém, mas nessas horas eu bem que queria ver esse descrente com uma baita "migraine". Melhor ainda, tomar o remédio e descobrir que ele te deixa sonolento, isso se não fizer vc dormir.

Nenhum comentário: