segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Estar de moto é...

Estar cagado. Simples assim. Quando vc anda de moto, na maioria dos casos, percebe que sua presença repele os carros. Mesmo aqueles que estão numa velocidade menor aceleram para te passar. Quando paramos no sinal vermelho, normalmente ficamos no corredor. Mas se vc ficar no meio da faixa e tiver um carro atrás de vc, pode reparar, ele vai acelerar e chegar o mais perto possível de vc para tentar te expulsar da sua frente.

Eu realmente andei reparando isso agora que consertei minha moto(neta). Não importa o que faça, os carros vão sempre se sentir incomodados com vc. Estando certo ou errado és persona non grata. É uma ofensa grave ser ultrapassado por um motoqueiro, principalmente se a moto dele não é lá uma Haiabusa. Esse desassossego só pode ter uma explicação: moto = a coco.

Eu me espanto com o comportamento infantil dos motoristas. Tenho muita vontade de descer da moto e dar aula de boas maneiras no trânsito para essas criaturas. Não só boas maneiras, mas até eu entendo mais de física do que determinados motoristas. Dá vontade de dizer "Gracinha, minha moto tem 100cc e carrega 150kg. Seu carro tem 1 ton. (aproximadamente) + vc e seu cérebro que não pesa nada. Qual a potência que o motor do seu carro tem que ter para arrancar antes da moto mais peba?" Certamente mais do que um carro 1.0 tem. Normalmente a gente sai na frente da maioria dos carros. Porque as pessoas insistem em querer partir pra cima da gente?

E porque quando vc anda no meio da faixa os motoristas colam na nossa traseira? Porque que quando a gente anda no corredor eles reclamam? São as pessoas no trânsito tão difíceis de satisfazer assim? Se andar de carro é tão irritante assim que seus condutores precisam se livrar logo deles, porque não experimantam a vida em duas rodas? Porque certamente vc já tentou ou quis matar um motoqueiro...

2 comentários:

Strepsiades disse...

Ahh, mas eu quero matar diariamente!

O problema com o motoqueiro, não é fecal, é só a falta de educação da grande maioria deles.

Quer exemplos?

Arrancar retrovisores, não darem passagem para ultrapassagem, resolver passar entre os carros (muita vezes cagando a lataria alheia), não sinalizarem. Só algum exemplos.

Mas tudo bem, eu sou uma pessoa bem controlada. Nunca agredi ou ameacei um motoqueiro com meu possante 1.0. Nem mesmo buzino, com medo do sem vergonha cair. Eu só xingo até dizer chega, dentro do meu carro, e saudo o infeliz com alguns gestos quando eu passo. Mas colar na traseira ou outras coisas que você citou ai, nunca fiz....

Enfim, assim como tem motorista fdp, tb tem motoqueiro fdp. Dai o problema. Simples assim.

Drixz disse...

Eu tbm acho muito motoqueiro imprudente. E nem sempre são somente os moto-boys. Tem muito cara com motão fazendo merda por aí. Mas a minha questão é, mesmo quando o motoqueiro tá certo neguinho quer q ele suma. Eu, por exemplo, não gosto de ficar no corredor, mas alguns carros jogam a gente lá. Outras vezes, tenho q ficar atrás de um carro no sinal vermelho pq tem um motoboy louco insano a 80km no corredor (uma vez eu quase bati em um). Mas neguinho esquece q moto tem ponto cego e as vezes o motoqueiro não vê mesmo ou q a moto não tem freio abs... E a recíproca é verdadeira.