terça-feira, 8 de março de 2011

Minha casa sueca

Depois de meses procurando um lugar para morar com o auxílio do google translator, o Marcos ficou mais calvo do que já era, mas conseguiu alugar um lugar para morarmos aqui antes que eu chegasse. Foi uma sorte, pois eu marquei minha passagem para um mês depois da chegada dele aqui e mesmo assim tivemos que passar 2 dias em Copenhague num hotel antes que pudéssemos pegar o apê.

Mas valeu a pena. Tenho a impressão de que esse apê é maior do que aquele em que eu morava no Brasil. Ele tem closet, hall de entrada onde colocamos os casacos, sapatos e tem um armário meio mocado onde colocamos material de limpeza e as roupas para lavar. Tudo bem organizado. Na cozinha já tinha armário, geladeira, freezer, fogão, torradeira, cafeteira... Só não tinha prato nem copo. Quando fomos comprar eu quase caí dura. Aqui em Lund essas coisas são muito caras. Uma frigideira custa em média 200 reais. Para nossa sorte, tem o Ikea, mas ele fica longe daqui e não temos carro. O trem chega perto, mas mesmo assim vamos ter que caminhar um pouco. Enquanto isso, tem um complexo de lojas fora de cidade que é bem mais em conta que o centro, mas não tão barato quanto o Ikea, mas que supre as emergências e dá pra ir de ônibus. A sorte mesmo é que até os suecos acham essas coisas caras, e por isso tem o hábito de doar suas coisas usadas e em alguns casos, vendem em lojas de 2ª mão. A Drixz agradece, agora tenho pratos e xícaras!

Os suecos gostam de tomar banho de banheira, mas para a minha felicidade, tenho um chuveiro em cima da banheira. Eu até gostei de tomar banho de banheira, mas não é nada prático, nem rápido. Outra coisa que parece ser uma mania nacional são velas, abajours e lustres. Na minha casa eu tem 3 abajoures só na sala. E o mais engraçado é que eu tenho a impressão de que a casa é escura. Eles gostam daquela sensação de luz de velas, então as lâmpadas residenciais são meio fracas, sem contar que o lustre laranja estilo japonês da sala absorve quase toda luminosidade da lâmpada.

O que eu mais achei interessante é que o prédio é uma comunidade. Eles tiveram que fazer uma reunião de condomínio para aprovarem nossa entrada. Em compesação, não tivemos problema algum e várias pessoas já se apresentaram oferecendo ajuda se precisarmos de algo. Eu só espero estar separando o lixo corretamente e usando de forma correta a lavanderia...

O que falar da cidade? Bom, além de ser um lugar pequeno, Lund é uma cidade turística, mas de turismo interno. Isso quer dizer que as boas informações sobre eventos e etc, estão em sueco. Mas a gente sempre pode dar uma de jacinto e perguntar pra alguém. Quem quiser saber um pouco mais sobre a cidade, pode olhar o site em inglês http://www.lund.se/en/ A cidade é muito bonita, arquitetura medieval, limpa, organizada...

8 comentários:

Long Haired Lady disse...

sonho de consumo: morar um tempo por ai, por esses lados...

Palavras Vagabundas disse...

Legal Drixz, me parece tudo bem interessante, acho que na Europa em geral bens de consumo são caros!
Mas se um brechó dá pra quebrar o galho, vamos lá!
bjs carinhosos
Jussara

Glória Maria Vieira disse...

Olha só que cidade fofa. Toda propícia ao romantismo. #hihi E a praticidade também, né?!:~ Ainda quero ter um closet um dia... Sério mesmo. AUSHUAHSUHAUHSAUHSH

beijo, Drixz!

Mari disse...

Oi amigaaaa! Que bom receber notícias mais detalhadas suas! E que bom que acharam um condomínio legal, e sem precisar dividir banheiro! Quando der, você podia colocar umas fotos da sua casa e da cidade pra gente ver pelos seus olhos como é a Suécia! Bjossssss

Caso me esqueçam disse...

sera que aih tem "emmaus"? nao sei se voce ja ouviu falar, mas eh uma organizacao que foi criada aqui na frança por um padre (bispo, sei la) que recebe moveis e utensilios doados pelas pessoas que nao o querem mais. dai o emmaus revende essas coisas a preços realmente ridiculos. camilo comprou ontem uma mesa pro pc dele por 25$, quando a mesma, nova, custaria com certeza 200$, mas ela tah novinha! nem parece que alguem ja a usou um dia. eu fiz um seminario sobre o emmaus e vi que ele tah em varios paises (em quatro continentes), entao pode ser que tenha uma loja aih onde voces tao. tem de tuuuudo la!, acredite, de agulha de crochê a geladeira.

Drixz disse...

Ah, eu acho que é a loja onde compramos a maior parte das coisas. Outro dia vi na vitrine dessa mesma loja um sofá lindo por 700kr, isso seria mais ou menos uns 200r$, e o sofá era perfeito. Mas na minha casa já tem. Só que nesses lugares não tem exatamente tudo o que vc quer no dia em que vc vai lá.

Mas valeu a dica, Lucy! Vou dar uma olhada na net pra ver se tem uma loja dessas aqui.

Bjaum!

Patrícia disse...

Drica!!! Que bom ter notícias suas!!! Bota umas fotos aí, vai, estamos com saudades.

Beijocas

Loide Branco disse...

Olá!!!! tudo bem? Espero que esteja se adaptando na medida do possível ...
Realmente é uma mudança muito grande em todos os aspecto.
Achei o seu blog através de um outro blog, daí resolvi te escrever.
Meu nome é Loide sou de São Paulo e moro em Coimbra Portugal mas em finais de setembro irei mudar para estas bandas também com marido e filho.
Já li vários blogs o que foi uma grande ajuda, mas nunca tinha lido um de alguém que vive em Lund...
Não quero te pertubar a vida fazendo um monte de perguntas porque também sei que é um "saco" mas vou fazer uma e se puder me responder agradeço.
Queria te perguntar se foi difícil para o seu marido achar um apartamento para vocês, se vocês poderiam me dar alguma dica? já entrei em vários sites mas fica um tanto difícil de longe.
Obrigada e bom fim de semana,

Loide :-)

meu email loidecastle@yahoo.com