sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Conclusão fatal

Andei pensando esses dias no que escrever no meu querido blog. Me deparei então com uma série de problemas. Além da minha crônica falta de assunto enfrento ainda um descolamento sério de idéas boas do meu cérebro. Mas o que mais agrava a temática bloguística aqui discutida é, inacreditavelmente, a meu esforço otimista. Sim, eu estou tentando ser otimista! Andei relendo alguns posts e de verdade, eu praticamente só reclamo, pelo menos aqui. Fiquei pensando então que com tantas coisas para se reclamar que praticamente são comuns a muitos dxs leitorxs do blog pensei que poderia fazer algo diferente. Falar de algo agradável, otimista, alegre ou quem sabe fazê-los rir? ;)

Mas então, seguindo meu pensamento, cheguei a conclusão de que felicidade não dá muito ibope. Pensem se a mocinha da novela ficasse com mocinho no início, não teria novela. Seria no máximo um episódio. Tem que ter trama, fofoca, enrolação. É que nem literatura (ou o contrário), os gêneros mais populares (não entre os críticos) de toda História sempre foram aqueles que a construção das personagens fica em segundo plano e que os acontecimentos entre a personagem principal e o seu fim (objetivo) são o mais importante.

Como cada vez mais a minha frequencia de postagem diminuirá, como motivar os leitores nesse intervalo de tempo, que deverá ser grande, entre as postagens? Falar mal de alguém? Fazer fofoca? Colocar a resenha de um livro? Hum... nada me parece realmente muito divertido... Atualidades? Bom, eu realmente ando uma pessoa que está fuguindo dela. Me atualizar está me custando um tempo que eu não tenho e sempre acabo me extressando com algo que descubro...

Tive então a brilhante idéia que me amedronta bastante, mas que deve sair do papel mais cedo ou mais tarde: postar aqui os meus textos, poemas, crônicas antigas de quando ainda sonhava ser escritora e não me imaginava acadêmica.

Espero que se divirtam. A primeira vai semana que vem. Aguardem!

2 comentários:

La Berçot disse...

Opa!
Gostei da notícia!

=)

lola aronovich disse...

Drix, boa sorte! Tomara que vc supere a sua falta de assunto. Ou pelo menos a sua noção de que falta assunto. Às vezes nem falta, mas a gente fica tão convecida da falta, que isso se torna realidade. Abração!