terça-feira, 28 de agosto de 2012

Doutorado?

Ontem eu sonhei que estava me afogando. Uma das piores sensações que eu já conheci. Isso porque já me afoguei de verdade e desde então é uma das coisas que tenho medo. Descer, descer na escuridão e perder a noção da superfície. Chega um momento onde você não sabe mais para onde nadar. Mas meu afogamento de ontem foi completamente diferente, exceto pela angústia no estômago que sentimos quando o sonho se aproxima demais de uma sensação real.

Sonhei que me afogava num mar de livros e papéis infinitos que iam se multiplicando toda vez que eu parecia chegar ao topo. Me dei conta que esse é o meu dilema. Ao escrever meu projeto de doutorado eu quis dar conta, ao mesmo tempo, de conhecimentos que me são distantes - política e economia. A angústia provocada pela série de conceitos e autores com os quais me deparei, todo um universo anglo-saxão que nunca fez parte do meu pensamento me atingiu a seco o peito. Muito tarde para desistir, eu já estou no meio. Além disso, eu também não quero. Mas eu tenho que nadar na direção certa, ou acabarei me afogando. Essa direção eu conheço - sociologia. Algo que me é familiar. Afinal, para escrever um projeto (pré ou ante, como preferirem) eu não preciso já ser expert no assunto, pois qual seria a necessidade da pesquisa?

O friozinho na barriga, entretanto vai me dar, pois me conheço. Morri de chorar achando que não passaria na prova de francês do mestrado (eu que sou formada em Letras Francês e professora da língua) de tão nervosa que fico com seleções. Mas tenho que seguir meu lema "a gente faz o melhor que pode com o tempo que tem".

Então, pessoal, nos veremos esporadicamente até novembro... Me desejem sorte e um colete salva-vidas.

3 comentários:

Polly Ana disse...

Oi, Drix! Sei muito bem como você se sente. Acabei de passar na seleção de doutorado. Toda seleção é a mesma coisa, também achei que não tinha passado na prova de inglês (a minha primeira graduação é em inglês e fui professora da língua durante muito tempo). Quando saiu a lista de inscrições homologadas, corri para ver todos os lattes, um por um, conhecendo e especulando a vida acadêmica de cada concorrente. Considerei-me derrotada a partir desse momento. Cada etapa, me sentia pior, achando que não tinha como 'eu', mera mortal, conseguir uma vaga. E, no fim, passei em segundo lugar. Dri, te conheci pouco, mas pelas escassas palavras trocadas, tenho certeza de que vencerá!!! Espero seu post de sucesso!!!

um beijo da Polly!

Palavras Vagabundas disse...

Boa Sorte e Força!
bjs
Jussara

Mari disse...

Boa sorte e um colete salva vidas!
Dica: guarda o colete mesmo depois da seleção!

bju!