quarta-feira, 8 de agosto de 2012

A minha vida moderna

Nem líquida, nem globalizada, a minha modernidade tá meio parada. No que diz respeito à tecnologia, a informação chega a mim com um certo atraso. Nada dos super updates praticamente instantâneos dos quais falam Bauman e outros, eu estou na lista dos "praticamente" que nunca chegam de fato aos finalmente "up to date".

Minha internet praticamente funciona, tirando de 18:30 às 21:00hs. Mas tudo bem, eu nem preciso dela, afinal, fico o dia inteiro conectada... Menos no meu celular. Não tenho 3G lá, portanto, se eu tiver off-line desconfie que eu provavelmente saí de casa, tá. Mas não posso checar-in nenhum lugar, pois meu gps não consegue se achar, ficou pra sempre desorientado quando eu deixei a Dinamarca.

Sincronizar o aparelho? Não sei, fico com medo dele se sentir violado. Afinal, pode um SonyEricson sincronizar com um Mac? E se no final ele decidir se chamar Marcos (até hoje o nome do meu computador pessoal)? O que eu como, não interessa, afinal, não tenho Instagram. Dizem que isso é um tal de aplicativo, mas se aplica a quê mesmo?

Incompatibilidade? Isso ainda existe? Sei que hoje parece incompatível usar o telefone para falar, afinal, para quê palavras se se pode sempre falar pelo Wasapp? Reforma ortográfica? Não sei, fiquei com preguiça de atualizar, eu não, o meu Office, que é o único que realmente vai usar a nova ortografia.

Tem mais alguma coisa que eu esqueci de falar? Twitter? Ainda se usa isso? O meu tá meio parado lá. Tô esperando a moda passar, afinal, nunca gostei de usar.

No fim, pra mim a modernidade é um monte de gagets que eu não sei usar. Smartphones para "damie" users. Vai por mim, sempre vai ter alguma coisa que vc não domina.


2 comentários:

Palavras Vagabundas disse...

Drixz,
meu telefone tem mil coisas, que não sei e nem estou a fim de aprender, ele fala tá bom demais. Já uso a internet e o celular, já não está bom?rs... Quem disse que eu quero ser achada instantaneamente? Quem disse que eu quero que os outros saibam o que estou fazendo?
Tive que ter um Face para trabalho, nunca posto nada só recebo e só leio o que me interessa, o trocinho chato, rs
bjs
Jussara

Marina disse...

Eu me sinto super moderna (e não pós moderna) porque tenho um blog e e-mail! Não tenho Facebook, Twitter, não estou no Instagram, Pinterest, etc. Morro de preguiça...! Tem muita gente na vida líquida, na vida que se desmancha no ar... mas também tem uma turma assim: vivendo como se não fosse tão "hoje em dia", mas usufruindo das coisas de hoje em dia.. rsrsr..