quinta-feira, 8 de março de 2012

No dia da mulher...

Eu não quero nem saber disso.
Minha cabeça está em outro lugar.
Um lugar qualquer onde não era para estar.
Penso na minha vida e tudo que queria fazer,
bate uma tristeza!

As vezes tenho vontade de ver o mar, mas passa logo.
Tenho medo de encarar.
O mar tão grande só me faz lembrar o quão eu sou insignificante.
Minha pequenez é gritante.
O mundo parece fora do meu alcance.


Um comentário:

Glória Maria Vieira disse...

Linda sua poesia, Drixz. Aliás, muito linda.