terça-feira, 6 de março de 2012

Da inveja

"Inveja mata"

É o que dizem. Mas quem? Eu me pergunto. O invejoso ou o invejado? Eu sinto inveja às vezes. Mas aprendi que era algo feio e logo depois da inveja eu sinto culpa, remorso. Como se eu tivesse fazendo mal diretamente aquele ou daquilo que sinto inveja. É um sentimento rápido, do qual rapidamente tento me livrar. Mas não é tão fácil.

Eu tento, às vezes, analisar o cerne da minha inveja. É uma inveja, uma cobiça, uma ambição? Qual a diferença entre eles? Sempre me disseram que o invejoso deseja exatamente aquilo que você tem. Se você é casada, por exemplo, o ser invejoso não vai querer ser casado simplesmente com outra pessoa. Mas vai querer o seu marido. Nesse ponto, acho que inveja e cobiça são a mesma coisa. E desse mal, eu não sofro. Sempre desejo algo parecido com aquilo que o outro tem.

Por exemplo, quando vejo um camaro na rua penso "nossa, como ia ser massa se eu tivesse um carro desses". Mas eu não tenho vontade de matar o dono do carro e tomar o lugar dele só para dirigir aquele camaro. Também não tenho vontade de ter um emprego sórdido onde e fazer um monte de falcatrua só para poder ter um camaro e driblar o peso na consciência com a felicidade de despertar a inveja nos outros.

Aliás, esse é um outro ponto. Se a inveja pode matar quem é invejado, porque tanta gente quer que os outros tenham inveja de si? É bom ser invejado? Porque que eu quero ter um camaro se eu nem gosto muito de dirigir?

Pensando mais friamente, na era do "você é o que você tem" é "natural" que você queira ter algo difícil de conseguir, ou caro. Essa não é necessariamente aquela inveja que te consome e sim uma ambição. Possa ser o prelúdio de uma inveja doentia ou uma ambição maquiavélica.

Como a dúvida chegou a esse ponto, fui ao dicionário (on-line, porque constatei que não possuo nenhum dicionário monolíngue de português. Achei nesse site, definições.

COBIÇA
s.f. Ato ou efeito de cobiçar. Desejo imoderado de possuir.

INVEJA
s.f. Sentimento de cobiça à vista da felicidade, da superioridade de outrem: ter inveja de alguém.

AMBIÇÃO
s.f. Desejo imoderado de glória, fortuna etc.: consumido de ambição.
Desejo, intenção: a ambição de servir seu país.
Aspiração, pretensão, avidez.

Depois dessa leitura, cheguei a conclusão que se sinto algo, é no máximo uma invejinha muito light.

3 comentários:

Lady Starlight disse...

Gostei muito do texto! Acho que a questão de "inveja mata" é que a pessoa que inveja não tem limites, a pessoa invejosa nunca está satisfeita, pois ela nunca conseguirá as coisas exatamente como ela quer e, enquanto isso, não consegue se satisfazer com o que tem. Então, inveja mata, sim, porque a vida que a pessoa invejosa tem e terá nunca será o suficiente...Às, vezes tenho, sim, meio que uma tristeza quando gostaria que algo diferente na minha vida, mais parecido com outras pessoas que conheço... mas isso logo passa porque sei que a vida que tenho é a que me serve... (pelo menos na maior parte do tempo...hihihi)

Thaiza. disse...

Adorei!
Eu também sinto isso, vontade de ter algumas coisas, mas não quer dizer que eu quero que as pessoas que tem, deixem de ter ou algo assim.
Gostei do post!
beijos!

Glória Maria Vieira disse...

Nunca tinha parado pra pensar nisso antes, Drixz. Realmente. Não é a inveja que "mata". É o grau em que deseja alguma coisa de alguém. Aí, tipo!, será que o que mata não é aquele famoso olho gordo secante?

Muito boa sua reflexão. Cheguei a conclusão, e sem remorso algum, de que eu sinto inveja vez, ou outra e é dessas suas: light, bebê.