segunda-feira, 21 de junho de 2010

A Literatura hoje em dia

O que é a Literatura hoje em dia? Todos podemos perceber que as novas mídias vem mudando a cara da informação e consequentemente da Literatura como esta era conhecida. Já possuimos livros eletrônicos, aparelhos para lê-los, copilações em pdf e é claro, blogs. Os escritores hoje podem ter sua própria página na internet e publicar sua coluna ou seus textos on line. É uma revolução? Certamente que sim. Ocorre uma mudança de linguagem por causa desse novo meio, mas não chegamos a popularizar a literatura.

Muitos vão dizer que é devido ao fato de nem todos terem acesso à internet e/ou um computador em casa. Mas eu acho que é apenas um dos problemas. Mesmo aqueles que possuem acesso à internet de casa não investem muito do próprio tempo em atividades de leitura. Eu tiro minhas afirmações de observações pessoais. Meus alunos, a maior parte de letras, relações internacionais e outras disciplinas das humanas sofrem para ler qualquer texto literário que eu leve para aula. Fico impressionada com a falta de familiaridade deles com o literário. Tudo bem que eu me impressiono também com a falta de senso crítico de muitos até mesmo na hora de ler um texto jornalístico. Mas a diferença é muito grande. Os alunos não são capazes de abstrair, se prendem ao dicionário e querem precisão entre palavras e significados sem perceberem que é a frase que dá o sentido. Quando os focos narrativos se misturam é pane na certa. Outros tantos são incapazes de aceitarem o absurdo ou o sarcástico apresentado pelo autor e todos consideram as descrições dispensáveis. Aquilo que era para ser fácil passa a ser difícil e no lugar de explicar os sentidos que a língua dá ao texto por meio de suas estruturas eu acabo tendo que explicar o texto.

Porque os alunos não vão além do que está escrito? Será que a difusão maciça de informação fez com que as pessoas esperassem por alguém que mastigasse o sentido para elas? Todos sabemos das deficiências no ensino brasileiro (mesmo o privado), mas porque será que isso persiste na universidade? E o que mais me questiono: será que os alunos não entendem mesmo ou são preguiçosos?

Não posso dizer que isso é uma exclusividade de quem está em "processo de aprendizagem" (estamos sempre) ou estudando. Acho que essa é uma característica que se estende para outros ramos. Quando trabalhava no Senado via que fora da minha sessão as pessoas não liam e passavam o dia todo na internet. Era muita falta de assunto. Não que a literatura "salve". Longe de mim dizer isso. Mas acho que é um exercício para o intelecto, um pouco mais rico que palavras cruzadas. Para mim uma das maiores contribuições que podemos tirar da literatura é um aguçamento da percepção que tanto pode enriquecer o senso crítico quanto à imaginação. Grande parte das reclamações provenientes da leitura de textos muito descritivos está na incapacidade de se imaginar aquilo que o autor descreve.

Mas nem tudo está perdido. A Literatura se renova. O cinema tem sido cada vez mais um forte aliado. Não posso dizer bem a razão, mas adaptações de livros para o cinema tem sido cada vez mais frequentes. Será que foi uma greve dos roteristas? Ou uma tremenda falta de criatividade que assolou o mercado e fez com que eles reparassem que os filmes estavam todos iguais? Bom, se contarmos com a diversidade de tramas, a Literatura pode abastecer o cinema por muitos anos. Minha questão é: o que mais, além do cotidiano, da imaginação e dos sentimentos pode abastecer a literatura? Até quando o público leitor será um incentivo? Esse público limitado será suficiente ou a Literatura se renderá ao gosto popular? (Será isso um problema?)

3 comentários:

Caso me esqueçam disse...

quem nao le livro, nao vai ler nada na internet. quem nao gosta de livro, dificilmente vai gostar de ler blogs, por exemplo, mesmo que sejam coisas completamente distintas. o brasileiro nao eh estimulado a leitura. eh por isso que seus alunos sao como sao.

a frança me deu uma sacudida nesse sentido. eu ainda vou ter coragem de tirar uma foto no metro de manha pra mostrar como as pessoas gostam de ler aqui. eh habito diario, sempre estao lendo livros, sempre estao com os jornais abertos. informados, ativos, cheios de ideia, com suas opinioes. e por que tudo isso? porque sao estimulados a ler desde pequenos. o guri que eu tomo conta tem duzentos brinquedos, mas o que eu faço todo santo dia com ele eh ler os livrinhos que ele tem. e ele adora! e sem duvida ele vai ler muito quando crescer.

quem no brasil da livro pra criança que faz aniversario? eh quase maldade, neh? eh por isso que eu levei um pau de camilo quando fui fazer minha carta de motivacao pra faculdade aqui. me desesperei, nao sabia nem pra onde ir. dai chegou o cara e em tres segundos me deu um monte de ideia legal. quem le tem intimidade com as palavras, vai saber usa-las melhor que ninguem.

Fernando Yoneyama disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Herr Barbuse disse...

Excelente reflexão.